Weby shortcut
topo.jpg

Pulmão - Tuberculose

 Pulmão - Tuberculose

pulmão tuberculose 1.jpg

Figura 1

pulmão tuberculose 2.jpg

Figura 2

pulmão tuberculose 3.jpg

Figura 3

 

 

Tuberculose

 

 

Fatia de pulmão fixado em formaldeído. Inflamação crônica granulomatosa, com disseminação broncogênica e hematogênica. Formação de caverna apical, de forma irregular (figura 2). Observa-se a presença de nódulos milimétricos de coloração branco-amarelado, arredondadas, salientes. A  distribuição é multifocal, predominantemente no lobo superior e porções superiores do lobos médio e inferior. Algumas lesões caracterizam a disseminação miliar da tuberculose (figura 3). Outras lesões caracterizam a disseminação hematógena do Mycobacterium tuberculosis. (figura 3). A consistência dessas áreas é maior quando há maior formação de fibrose nos nódulos. Nos casos em que a necrose caseosa está acentuada a consistência pode estar diminuída. A pleura está espessada na porção basal, formando adesão na superfície de contato entre os lobos superior e inferior (figura 2).

Presença de antracose – numerosos nódulos enegrecidos em toda superfície de corte.